Blog do Vadilson Oliveira A Notícia em Tempo Real..!!!: Sob aplausos, corpo de prefeito interino de Teresópolis deixa velório.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sob aplausos, corpo de prefeito interino de Teresópolis deixa velório.

Postado Por: Vadilson Oliveira - domingo, 7 de agosto de 2011

Roberto Pinto morreu de infarto neste domingo, 2 dias após assumir o cargo.Ele será enterrado Cemitério municipal Carlinda Berlim.

termina velório Teresópolis (Foto: Lilian Quaino / G1) 
Corpo de Roberto Pinto deixa a sede da prefeitura (Foto: Lilian Quaino / G1).
 
Sob aplausos de admiradores, o corpo do prefeito interino de Teresópolis, Roberto Pinto, deixou a sede da prefeitura rumo ao Cemitério municipal Carlinda Berlim, por volta das 17h deste domingo (7). Moradores agitavam lenços brancos e gritavam "Robertão" quando o corpo deixou o velório.

 Roberto, de 67 anos, morreu de infarto na madrugada deste domingo. Ele era vice-prefeito e assumiu a prefeitura na sexta-feira (5), após ser empossado por vereadores da Câmara Municipal.
Os vereadores votaram pelo afastamento por 90 dias de Jorge Mário (sem partido), para que uma Comissão Processante pudesse investigar denúncias de mau uso do dinheiro destinado à recuperação da cidade após as chuvas de janeiro. Na ocasião, 392 pessoas morreram.
O prefeito afastado divulgou nota lamentando a morte de Roberto Pinto.
InfartoA morte foi confirmada por Sérgio Nazareth, nomeado secretário de governo na sexta-feira. De acordo com Sérgio, Roberto teve um infarto e não resistiu. Ele foi encaminhado para o Hospital São José, onde faleceu. Ele era médico ortopedista, casado, e deixa seis filhos e netos.
"O sonho político dele ele conseguiu realizar, que era ser prefeito da cidade que ele tanto amava. Foram as 48 horas mais felizes da vida política dele", disse Sérgio, amigo pessoal de Roberto.
O secretário explicou que quem assume a prefeitura agora é o presidente da Câmara de Vereadores de Teresópolis, Arlei de Oliveira.
Posse conturbada
Na manhã de sexta-feira, logo após sua posse na Câmara dos Vereadores, Roberto foi impedido de entrar no gabinete da prefeitura, que ficou trancado até o início da noite. O prefeito interino decidiu então usar o saguão da casa onde funciona a prefeitura para exonerar os secretários do governo. Por volta de 18h, um oficial de Justiça compareceu à prefeitura com uma ordem judicial para abrir o gabinete.

"Vamos começar a trabalhar de imediato. Vamos fazer um levantamento da zona de calamidade pública e das pessoas que estão fora de abrigos nas ruas," disse Roberto Pinto após assumir o gabinete do prefeito, que estava trancado até o início da noite.

Prefeito afastado recorreu
Na quinta-feira, a Justiça do Rio indeferiu o pedido de liminar feito pelo prefeito afastado para suspender os efeitos da decisão da Câmara de Vereadores do município.
TRE
Na terça-feira (2), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) afirmou que a Câmara de Vereadores de Teresópolis não teria poder para afastar o prefeito, sem uma decisão judicial. Mas, de acordo com a Câmara, a determinação tem como base a Lei Orgânica Municipal e a Constituição Federal após denúncias de irregularidades. Uma comissão processante da Câmara investiga o caso.

O prefeito deixou o PT no último dia 8 de julho, após as denúncias. Sua assessoria de imprensa afirmou que ele já tinha a intenção de deixar o partido.
Denúncias
Entre as denúncias de irregularidades apontadas pelos vereadores estão obras inacabadas, contratação de empresas sem licitação, falta de prestação de contas, além do uso indevido do dinheiro público para a recuperação da cidade. Teresópolis foi uma das cidades que mais sofreram com as chuvas de janeiro.

Procurada pelo G1 na quarta-feira (3), a Controladoria Geral da União (CGU) informou que o relatório é sigiloso e não divulgou prazo para terminar. Após a conclusão, ele deve ser encaminhado para o Ministério Público Federal, o Ministério da Integração Nacional e a Polícia Federal. 
Prazo
No último dia 18, o Ministério da Integração havia informado que a prefeitura de Teresópolis teria 30 dias para apresentar explicações sobre os indícios de irregularidades no uso de dinheiro público destinado à reconstrução da cidade. O prazo começou a contar a partir da notificação da prefeitura.
A CGU recomendou ao ministério o bloqueio dos recursos repassados pela União - que somam mais de R$ 7 milhões - para socorro e assistência às vítimas das chuvas. De acordo com a assessoria do ministério, o bloqueio do dinheiro foi pedido no dia 15 de julho.
Caso as justificativas da prefeitura não sejam consideradas “convincentes” pelo governo federal, a Secretaria Nacional de Defesa Civil vai determinar a devolução do dinheiro.

SIGA NOSSO PORTAL EM »: Twitter ,TORNA-SE UM FÃ EM »: Facebook .FIQUE ATUALIZADO VIA » RSS

0 comentários for " Sob aplausos, corpo de prefeito interino de Teresópolis deixa velório. "

Deixe seu Comentário, de Fato é Muito Importante

Deixe seu comentário sobre o blog vadilson oliveira...!

PUBLICIDADE